quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Livro de Reclamações vs Livro-De-Dizer-Bem

Na segunda-feira fui jantar com a minha *B* a uma restaurante muito simpático perdido nesse imenso Portugal.

É engraçado como a colaboradora (é chique dizer colaboradora) ainda se lembrava de nós, eu sei que duas carinhas larocas não se esquecem com facilidade, o mais impressionante é que a rapariga lembrava-se da nossa mesa, o que comemos e o que bebemos!
Enquanto esperavamos pelo comer (mas eu só falo em comida neste Blog?!) comiamos a bela da azeitona, sou viciada, e a *B* só come azeitonas quando vai comigo.
Nas noticias passava o Isaltino Morais...
*B* - "Este Isaltino Mortais devia pagar tudinho"
*Eva* - "Isaltino Mortais?! Sim...com aquela barriga mortais devem ser mesmo com ele"

Veio a nossa comidinha, falámos sobre coisas parvas, choramos a rir...nós nunca falamos nada de muito sério, imaginem qd nos juntamos! O tema da noite foi sem duvida a colaboradora do restaurante e a minha adesão ao mundo dos Blogs (eu sou assim-meio-parolinha e ainda não percebo muito disto). Confesso que a *B* fez um desenho num papel :)


Veio o doce-de-qualquer-coisa-com-caramelo, um para as duas...para manter a linha!
Ainda quisemos fugir sem pagar, oferecemos as nossas mãozinhas para lavar a loiça porque não tinhamos dinheiro (só cartão) e a COLABORADORA, continuava extremamente simpática connosco, fizemos grande amizade com a Sra da cozinha e com um Sr já meio idoso que lhe apeteceu meter conversa com duas jovens (e logo nós que não gostamos nada de falar).
Agora pergunto:
Porque é que há Livros de Reclamações e não há Livros-De-Dizer-Coisas-Simpáticas-Bonitinhas-E-Agradáveis?
A *B* diz que é possivel fazer esse tipo de comentários no Livro de Reclamações...mas eu pergunto: porque é que se vai dizer bem num livro que foi feito para dizer mal?!
Fiquei confusa.
Depois desta confusão deu-me uma travadinha e andei 37segundos em contramão (por momentos pensei que estava em Londres)

Imagem: *B* & *Eva*

7 comentários:

Anne disse...

esquisito mas é verdade. podemos escrever bem no livro de reclamações. mas podiam era chamar-lhe de outra coisa se serve para opinões tão diferentes. :)
kiss

*B* disse...

Isaltino Mortais... Pois, esqueceste-te do O meu programa dava um blog de rádio!

;)


Querida *Eva*, ainda vou averiguar se podemos escrever aspectos positivos no Livro de Reclamações. Senão, podemos registar a patente!!!



Beijinho, querida*

*B* disse...

Falta acrescentar que só tínhamos ido àquele restaurante uma vez... E há imenso tempo, já!

*Eva* disse...

Minha querida *B* fiz um post só para ti com a rectificação =)
Beijinho

--

Anne é verdade podiam dar-lhe um nome mais bonito do tipo Livro-onde-pode-escrever-o-que-lhe-vai-na-real-gana!

Beijinhos

Rotax disse...

Ola *EVA*

Tens toda a razão, devia haver um livrinho de "bem dizer". Existe tantos bons sitíos onde somos bem atendidos e bem servidos.
Se fizerem um abaixo assinado, eu assino.

E acho fantástica a ideia de registarem a patente desse livrinho.

Adorei os teus posts, espero por mais rapidamente.

Beijinhos *EVA*

Ágape disse...

Não precisam de confirmar: é de facto possível dizer bem no livro de reclamações. Serve basicamente para atenuar os possíveis efeitos de queixas que venham depois.

Não faz lá muito sentido mas é a pura da realidade.

A *B*êzinha nunca se engana (ou quase nunca, vá!!).

Sê bem vinda ao mundo da blogosfera. A *B* também foi a minha "madrinha" nestas andanças ;)

Convido-te a passar lá por "casa" ;)

Beijinho**

Ágape

Solita disse...

Tens toda a razão Eva, mas sabes uma coisa?
Dizer bem ninguém perde tempo, porque afinal ser simpático e prestável é a obrigação de todos os COLABORADOIRES, por isso ninguém vai escrever isso, né?


Jinhos